23:47

O poder (ou o perigo) da palavra

Cuidado com o que você diz, principalmente com o modo como você diz.
Uma frase que pode sair de você de uma forma inofensiva pode ser mal interpretada e provocar um abalo desnecessário. E ai serão necessárias, talvez, muitas outras palavras para tentar reparar o estrago. Palavras confundem...e resolvem.
Uma palavra pode resumir tudo...todas as palavras podem não fazer nenhum sentido. Palavras podem ser decisivas, apesar de pequenas, como o SIM ou o NÃO.
O que pode ser mais lindo que a alegria de uma criança aprendendo a balbuciar suas primeiras palavras e descobrindo que pode ser compreendida? Talvez a tristeza nas palavras dos poetas mais românticos. Por que será que quanto mais tristes são as poesias, mais bonitas elas são?
A mesma palavra pode ser intepretada por uma mesma pessoa de formas diferentes. Tudo depende da entonação com que é dita, de quem diz e, principalmente, do momento em que é dita.
Como já diziam os inquisitores quando se referiam às bruxas: “pela força terrível de suas palavras mágicas, como por um gole de veneno, conseguem destruir a vida”.
Quando combinadas com atitudes, as palavras ganham peso e resistência. Separadas, são leves e voam com o vento.
Mas não podemos esquecer que a vida perde boa parte do seu significado quando vista somente pela ótica das palavras, afinal um simples olhar pode valer mais que mil palavras.


Quando afirmei, no post anterior, que escrevo melhor quando estou triste, não estava querendo dizer q não escrevo quando estou feliz. Quando estou triste me fecho e escrever é uma forma de desabafar. Quando estou feliz fico muito 'boba' (quem não fica?)...e agitada. Dai fica dificil colocar as idéias em ordem e no papel. Difícil...não impossível.


Um mês sem academia. Já estou me sentindo pesada. Estou contando os segundos para a segunda feira chegar e eu voltar a me mexer. Bola da vez: natação aliada a uma caminhada de cerca de 40 minutos entre minha casa e a piscina.



E atenção!! Se liguem, ou melhor, desliguem. Amanhã, 28/03, às 20:30h, será realizado um ato simbólico no qual governos, empresas e a população de todo o mundo são convidados a apagar as luzes para demonstrar sua preocupação com o aquecimento global. O gesto simples de apagar as luzes por sessenta minutos, possível em todos os lugares do planeta, tem como objetivo chamar para uma reflexão sobre a ameaça das mudanças climáticas.

Participe! É simples. Apague as luzes da sua sala.



B! (de bem feliz)

21 Voe aqui:

Alan Salgueiro disse...

Que belo texto, Borboleta... Asas soltas e beleza ímpar para pousar e falar de palavras! Tem uma música do Chico Buarque que fala de "palavras, não de se fazer literatura, mas de tocar a fundo o coração do pensamento"... Palavra é força, é identidade, é poesia, a palavra é meu instrumento e minha canção!

Fabiana Guaranho disse...

Apagaremos as luzes com certeza.
O Planeta merece.

Leo Pinheiro disse...

"Quando afirmei, no post anterior, que escrevo melhor quando estou triste, não estava querendo dizer q não escrevo quando estou feliz."

Vc escreve bem, inspirada pela melancolia ou não. Mas lhe sugiro ter mais apreço com a escrita. Evitar abreviações, uso de 'internetês' etc.

A língua Portuguesa deve ser a sua companheira na expressão dos sentimentos, e não uma barreira ou uma ferramenta chata que você só usa por obrigação.

Entendeu?

Bjs e...

Apareça no meu blog!

nobreza disse...

Sem dúvida, o poder da palavra é muito grande. Tanto escrita quanto "dita". E no calor de algumas discussões, a tendência é que certas palavras surjam e acabem com histórias...ou, vai saber, ressuscitem histórias. Sabendo usá-las com sabedoria,elas terão efeito duradouro.

Ah, sim, este ato simbólico em apagar as luzes. Bom, felizmente por aqui em casa já perdura o hábito de haver a menor quantidade de luzes à noite ( por exemplo, TV ligada, pra que a lâmpada também acesa?). É um ato simbólico, bonito, mas acho que seria muito mais interessante uma campanha do tipo "um dia sem plástico". É muito plástico por aí. Poderia haver uma campanha incentivo a não compra de produtos em embalagens plásticas, ao não uso dessas sacolinhas ( já não as utilizo), enfim...acho que seria legal.

Nossa, desculpe, escrevi demais. Grande abraço e bom final de semana...com as luzes apagadas! rsss

http://grooeland.blogspot.com

Thalita disse...

tem q ter sempre cuidado com o q diz...
a ligua eh a coisa + perigosa q existe...

Wander Veroni disse...

As palavras tem esse dom de ser espinho ou carinho. Tudo depende do modo como fazemos. Trabalho diariamente com as palavras e sei como a tarefa é árdua. Tb vou participar da campanha e apagar as luzes às 20h30.

Abraço,

=]

-------------------
http://cafecomnoticias.blogspot.com

André Canobel disse...

Oi, obrigado pela vsisita e pelo comentário...

Sinta-se a vontade para discordar sempre...

Bjos e passe sempre pelo meu blog...

Guilherme Amado disse...

Oi,Bella,
Vi seu comentário lá no meu blog e visitei o seu. Primeiro, quero dizer que gostei do seu texto. Segundo: vivo esse dilema constantemente na minha vida e, com a idade, venho aprendendo a lidar melhor com as palavras ditas e escritas (acho que lido melhor com as escritas do que com as ditas, ainda não sei).

Sobre o Jim Carrey, só aguento ele nos filmes dramáticos, como o Show de Truman e Brilhos Eternos de uma Mente sem Lembranças. Quanto ao resto, odeio. Acho ele péssimo na comédia, não acha?

Bjs

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Adorei!

Juh disse...

Olha, vc tem razão...
Acho que as vezes devemos medir as nossas palavras... pq nem sempre são aceitas com o devido sentimento....
ótimo blog!!
Beijos!
e dá uma visitada!
http://iaemaraja.blogspot.com/
e
http://naofode.wordpress.com/

Coyot disse...

la em casa as luzes estavam todas apagadas

Eu amo a E.Y. disse...

Essa questão das palavras se aplica com perfeição aos ambientes virtuais da Internet. Muitas vezes uma brincadeira tola pode ser mal interpretada, ainda mais na frieza das letras, sem o contato físico, sem o "olho no olho".

Perfeita a sua observação.

Beijos!

http://eu-amo-a-ey.blogspot.com/

Marco Antonio Martins disse...

Parabéns pelo blog. Ele é muito bom.
Beijos,
Marcão.

KGeo disse...

algumas palavras podem acabar uma amizade de muitos anos

Bruno R.Ramos disse...

A palavra, algo que no torna incomuns.

(( E r i k a l i c i o u s )) disse...

Conhecidência eim, uma das minhas últimas postagens também fala sobre o poder das palavras!
Infelizmente, são poucas as pessoas q realmente param p/ pensar antes de falar! Creio que o mundo seria um lugar beeem melhor se muitos pensassem assim!

Legal esse gif campanha p/ apagar as luzes, pena q eu e minha família esquecemos, e ñ apagamos a luz neste dia! :(

Bem orgnizadinho seu blog!

Sucesso a ti! Bjos!

Marcus disse...

algumas palavras podem mudar td, muitas vezes falamos coisas sem pensar e depois arependemos. Por isso devemos ter muito cuidado!


www.Ramelaum.com

CG FILM PICTURES disse...

Espero que volte rápido às atividades físicas,adorei o template e o post tb. Desligarei as luzes sim!!!
http://cgfilmpictures.blogspot.com/

C. disse...

Eu acredito que as palavras tem poder.

www.casadobesouro.blogspot.com

Thais Puga®. disse...

É... as palavras como podem ser seu refugio também podem te levar a ruina.

Engraçado, meu pai nem é tão sabio assim, mas foi o que ele sempre me disse...!

Mas concordo com voce quando diz que escreves melhor quando está triste... acho mais fácil também, idéias são refletidas com mais naturalidade, principalmente quando os assuntos tendem a ser "melancolicos".. Rs*

Ótimo blog.
bjos. xD

Avassaladoras Rio disse...

Queridas amigas avassaladoras...
Uma vez ouvi de um espiritualista que a palavra dita fica plasmada no universo e jamais se dissolve... e a palavra não dita fica em nossas celulas e será passada de geração a geração na forma de sentimento... Coisa forte!